logo-mini

Deepfake: A nova moda dos vídeos falsos

Compartilhe

Você consegue identificar um vídeo fake de um verdadeiro?

A moda de trocar rostos na internet não é novidade, mas nos últimos anos,com a criação de softwares mais avançados, a tecnologia evoluiu se instalando no gosto das pessoas, com novos modelos de manipulação de imagem que passou a ser chamado: Deepfake.

Pois bem, a técnica queridinha do momento utiliza inteligência artificial (IA) para produzir vídeos falsos em que o rosto e também o áudio das pessoas são alterados e reproduzidos perfeitamente, os deixando em situações que nunca estiveram.


Não é de hoje que a técnica vem sendo usada. A famosa Hollywood, cidade das estrelas, foi pioneira em alterar as imagens em vídeo, mas isso levou
tempo, artistas altamente qualificados e muito dinheiro. 

Hoje em dia a tecnologia Deepfake pode mudar o jogo no audiovisual. À medida que se desenvolve e se prolifera, acabam sendo criadas com mais facilidade e rapidez, abrindo também, portas para uma nova forma de crimes virtuais.

FIQUE ATENTO

Atualmente qualquer pessoa pode ter a capacidade de criar um vídeo falso convincente, incluindo algumas pessoas que tentam “manipular cenas” para fins políticos ou sexuais. Embora os vídeos falsos sejam considerados engraçados, esse fenômeno pode sofrer uma reviravolta no futuro. Nos Estados Unidos já estão sendo criadas leis severas, que punem esse tipo de manipulação de imagem.

Alguns pontos importantes que se pode observar para identificar a veracidade:
? Observar o fundo porque eles ficam normalmente distorcidos
? O movimento da boca (quando alterado o som) porque não vai condizer com o que está sendo falado.

Não apenas o som e as imagens registraram nossa história, mas também informaram e moldaram nossa percepção sobre a realidade. Por mais de um século, tanto o áudio quanto o vídeo foram vistos como a verdade sobre um fato, atualmente não sabemos até onde a revolução da tecnologia irá nos levar.

E você, conta pra gente, já foi vítima do Deepfake? Tem alguma história curiosa pra contar? Compartilha com a gente e continue acompanhando nosso blog.