logo-mini

Consumo consciente - Como empresas e pessoas podem contribuir para um planeta mais saudável

Compartilhe

Você já deve ter ouvido falar sobre a síndrome do consumismo desenfreado (ela não existe), porém é o que constantemente a população e as empresas fazem sem medir as consequências para o meio ambiente.

Durante boa parte do século passado, o incentivo ao consumo desenfreado era parte da estratégia das indústrias que produziam em massa e precisavam vender.

Hoje em dia muitas empresas se transformaram e aderiram a um modelo ecológico e sustentável que está se tornando quase uma obrigação.

O consumo consciente facilita as práticas corriqueiras, a mudança de hábitos e fortalece a economia de forma efetiva, incentivando as pessoas a métodos inovadores como: o planejamento, a pesquisa de compra, o consumo necessário para sobrevivência, a reutilização de produtos e embalagens, a separação dos resíduos e o compartilhamento de ideias que visam melhorar a qualidade estrutural do planeta, e consequentemente da população.

O ENGAJAMENTO COMO MEIO E NÃO O FIM
O caminho para as empresas é: evoluir à medida que o mundo evolui, com os mesmos valores e diretrizes.
Se uma empresa não cultivar os valores como o respeito aos direitos humanos e à sustentabilidade ambiental, ela gradativamente vai perder a força e os clientes não vão mais se identificar.

O consumidor tem um papel muito importante nessa nova ação das indústrias e empresas, preocupados com o futuro e escolhendo ações mais sustentáveis, são eles quem ditam o crescimento do negócio.

Na Grã-Bretanha, por exemplo, regressaram as entregas de leite em garrafas de vidro retornáveis. O objetivo é a redução do uso de plástico para proteger o meio ambiente. Nutrir valores como a sustentabilidade, também trará a otimização do uso de recursos, o que ocasionará a redução de custos, além de colaboradores motivados a trabalhar para uma empresa mais consciente.

No Brasil, dentro do planejamento estratégico de grandes empresas como Banco do Brasil,
Cemig e Natura (eleitas entre as mais sustentáveis do país) as diretrizes principais abordadas já seguem os caminhos do consumo consciente, engajadas, utilizam de tecnologias adequadas para minimizar os impactos ambientais, e claro, validar a imagem perante o mundo.

A necessidade de adotar padrões de sustentabilidade e reforçar uma imagem ecológica atrelada à marca passou a fazer parte da rotina de empresas de todos os setores e tamanhos. De grandes indústrias a pequenos comércios, a preocupação com a sustentabilidade passou a ser essencial.

Nós da HIRO acreditamos no poder de transformação do consumo consciente e incentivamos o desenvolvimento de ações no ambiente empresarial.

 E você, conta pra gente o que pensa sobre esse caminho sustentável? ?


#VEMPRAHIRO